FACULDADE ARTHUR SÁ EARP NETO - FACULDADE DE MEDICINA DE PETRÓPOLIS
Mbyá Rekó, o jeito de ser Guarani

Extensão
FMP/FASE

Compartilhar
Informações

inscrições até:

11/12/2015

objetivo

Apresentar à comunidade interna e ao público em geral, alguns aspectos da cultura do povo Guarani-Mbyá, particularmente, os praticados pela aldeia Ara Hovy;

Ser espaço de “fala” dos Guarani-Mbyá para os não índios;

Abrir o diálogo com essa população indígena, para o desenvolvimento de outros projetos, no âmbito deste projeto;

Ser um ponto de venda dos artesanatos produzidos pelos Guarani-Mbyá no estado do Rio de Janeiro;

Introduzir o debate sobre questões indígenas na comunidade acadêmica da FMP/Fase;

Apresentar às escolas de ensino básico de Petrópolis e região, outros aspectos sobre os povos indígenas, diferentes dos abordados nos livros didáticos;

Ser um espaço de resistência e de garantia dos direitos indígenas;

Introduzir nos cursos de graduação da FMP/Fase, particularmente, nos cursos da saúde, aspectos relacionados aos mesmos.

Atender ao requisito legal do MEC: Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira, Africana e Indígena.

público-alvo

Aldeia Guarani-Mbyá Ará Hovy

Aldeias Guarani-Mbyá do estado do Rio de Janeiro

Comunidade interna da FMP/Fase

Escolas da Educação Básica

Sociedade em Geral

professores responsáveis

Ricardo Tammela

Coordenador de Projetos e Extensão

 

Luana Silva Monteiro

Aline Gaudard e Silva de Oliveira

Andrea Moreli Mendes Gualberto

Maycon Theobald

 

Alunos envolvidos

Andreza Hammes, Enfermagem

Anna Beatriz Artigues, Enfermeira – Residente em Atenção Básica

Breno de Moraes Botelho, Administração

Eloah Costa de Sant’anna Ribeiro, Nutrição

Gabriel de Oliveira Fonseca, Medicina

Gabriela Alves Mello, Enfermagem

Ighor Pereira da Silva, Administração

Isabelle Fernandes Borsato, Enfermagem

Maisa de Oliveira Araújo, Administração

Nichole Ramos da Silva, Nutrição

Tabata de Aguiar Pires do Couto, Nutrição

 

Colaboradores

Claudio Partes, Designer Gráfico – Curador da Exposição

Hariessa Villas Boas, Antropóloga – Aldeia Maracanã

Toni Lotar, Indigenista – Aldeia Maracanã

Carlos Tukano, Cacique – Aldeia Maracanã

Ione Helena Pereira Couto, Museu do Índio

Tataendy Karaí Geovane, Professor Indígena – Aldeia Ara Hovy

Jhonnathan de Menezes Pinto, Gestor de Recursos Humanos – Egresso

Nycole Mendes Portella, Jornalista – Equipe da Extensão

Naná Martins, Escritora

 

Parceiros

Hotel Riverside Park Hotel, Petrópolis

Escola de Permacultura, Rio de Janeiro

Aldeia Maracanã, Rio de Janeiro

Museu do Índio, Rio de Janeiro

local projeto

Centro Cultural FASE - FMP